Saber Tooth

Welcome to your campaign!
A blog for your campaign

Wondering how to get started? Here are a few tips:

1. Invite your players

Invite them with either their email address or their Obsidian Portal username.

2. Edit your home page

Make a few changes to the home page and give people an idea of what your campaign is about. That will let people know you’re serious and not just playing with the system.

3. Choose a theme

If you want to set a specific mood for your campaign, we have several backgrounds to choose from. Accentuate it by creating a top banner image.

4. Create some NPCs

Characters form the core of every campaign, so take a few minutes to list out the major NPCs in your campaign.

A quick tip: The “+” icon in the top right of every section is how to add a new item, whether it’s a new character or adventure log post, or anything else.

5. Write your first Adventure Log post

The adventure log is where you list the sessions and adventures your party has been on, but for now, we suggest doing a very light “story so far” post. Just give a brief overview of what the party has done up to this point. After each future session, create a new post detailing that night’s adventures.

One final tip: Don’t stress about making your Obsidian Portal campaign look perfect. Instead, just make it work for you and your group. If everyone is having fun, then you’re using Obsidian Portal exactly as it was designed, even if your adventure log isn’t always up to date or your characters don’t all have portrait pictures.

That’s it! The rest is up to your and your players.

View
Tazion, tomada do poço de pixe
morte de Snouth

[level 6]
Explorando ao norte do poço do polvo o grupo localizou uma construção que resisitu ao tempo e à selva e a explorando encontraram mais alguns charau-kas que caíram pela lâmina e mísseis mágicos
Mais ao norte encontraram outra construção, ainda maior, e tomada por um poço de piche no seu interior, Brixus a contornou rapidamente e sem atravessar um poço de piche havia uma única entrada, foram à ela.
Logo na entrada uma armadilha feriu alguns dos aventureiros e depois de curas rápidas continuaram a entrar, charau-kas não pareciam serem mais problema.
A construção estava tomada de árvores centenárias e no seu cento brotava um poço de piche, e charau-kas esperavam aninhados em várias pedras desde que a armadilha se desarmou, Brixus, a pé, Sailor, Kyras e Kalel adentraram atravessando o poço de piche aos saltos pelas pedras que mostravam caminho junto a pequenas pontes de cipó no lago de piche, Mitaboos seguiu imediatamente; Gilraem e Fabull ficaram do outro lado do lago.
jungle-temple.jpg
Os aventureiros seguiam derrubando Charau-kas e durante o combate se separaram, ficando Brixus e Sailor de um lado e Kyras, Kalel e Mitabo de outro.
O grupo de Kyras encontrou quatro humanos amarrados a uma churrasqueira de chão, e durante o combate os charau-kas atearam fogo neles.
Enquanto isso Brixus e Sailor combatiam do outro lado do lago de piche, num lugar ainda cercado pelos muros da construção milenar.
Logo após o último dos charau-kas cair Snouth seguiu os aventureiros e ao atravessar alguns pontilhões de cipó estes cederam ao peso do grande smilodon e separaram-se os heróis, Mitabo ainda conseguiu saltar e alcançar Sailor e Brixus mas Kalel e Kyras completamente armadurados em ferro e aço não podiam atravessar os saltos entre as pedras.
Brixus, Sailor, Mitabo e Snouth foram acabar de vasculhar a construção, pelo seu desenho externo estavam quase no final e Charau-kas não eram páreo para eles, foi quando depois de passarem por uma estátua de elefante e derrubarem mais Charau-kas Sailor entrou numa sala e viu um último Charau-ka, este vestido com pele de cobra e com uma cobra Piton de companheira, Sailor chamou por ajuda, Brixus e Snouth entraram rapidamente na sala somente para descobrirem Sailor caindo já meio morto por ataques diversos.
A Piton enrolava-se em Snouth, Brixus pensou por apenas um instante e deu o comando de ataque a Snouth, mas ele sabia que o Smilodon não era páreo para o que encontrara, sobretudo com aquele Charau-ka que evocava Yodersius em poderes profanos; com Sailor nos ombros Brixus saltou o fosso de piche que separava a sala em que estavam do pátio das estátuas de elefantes gritando para Mitabo, “Recue! Um Shamã! e um monstro cobra!” neste momento os ossos de Snouth partiram sob o abraço da Piton e Brixus mesmo sem ver a cena sentiu uma pontada no peito, assim que Brixus passou por Mitabo este viu o Charau-ka enrolado em pele de cobra lançando sobre ele uma maldição de cegueira.
Desesperado e cego Mitabo soltou uma bola de fogo que retinha decorada e esta explodiu na parede oposta da sala dos efefantes, ateando fogo no piche daquela sala e em todo o piche do complexo, estavam presos dentro de um forno!
Brixus recuou com sailor por uma sala enquanto Mitabo apalpava o caminho de saída, lançando meio de todos os recursos místicos de poções de que dispunha Brixus invisível curou sailor e voltou buscar Mitabo e ao virar o canto da sala viu o Shaman Charau-ka e sua Piton se aproximando, puxou rapidamente Mitabo para a outra sala[não lembro se Mitabo ele estava invisível?] e se prepararam para dar combate a ele dentro do forno que se enchia de fumaça negra.
Do outro lado, na entrada da construção, Fabull e Gilraem vêm o terrível quadro que se montou, eles não podiam mais entrar, seus amigos não podiam mais sair e Fabull era o que detinha o poder da cura, Kyras e Kalel presos num canto do “forno” sendo cercados pela fumaça negra e sufocante, Kyras e Kalel se puzeram a preparar uma escada improvizada para fugirem por cima, Gilraem escalou o teto da construção e andava perigosamente em pedras milenares sendo lambidas por baixo pelas chamas, tudo em busca de seus amigos, enquanto isso em franco desespero Fabull se pôs a correr contornando a construção e gritando a tudo o que podia para tentar ouvir um sinal de socorro e talvez achar outra via para ajudar seus amigos.
Lá dentro, ainda meio feridos, Brixus, Mitabo e Sailor esperavam pelo inimigo virar a esquina tomada pela fumaça, assim que virou a esquina o Shamã Charau-ka lançou sua Piton para dentro da Sala e esta numa única mordida desacordou Mitabo, e o largou ao chão por comando do Shamã, ele sabia que haviam mais adversários mesmo não os vendo.
Sailor bastante ferido mas ainda invisível furtou o simbolo profano do Shamã e recuou, o inimigo não percebeu, o Shamã se aproximou de Mitabo e grunhiu em raiva quando se viu sem o símbolo e sem os poderes, foi quando espada e chicote lamberam charau-ka e piton.
Do lado de fora, enfumaçados e tossindo sem parar Kyras e Kalel conseguiram sair, mas ao preço de abandonarem suas armas, contornavam cambaleantes a construção quando ouviram os gritos de Fabul e correram até ele, Fabull ouvira o combate de Brixus e Sailor, e eles tentavam achar uma maneira de ultrapassar os muros da velha construção.
Lá dentro Brixus apontou uma árvore alta para Sailor “prá lá! suba!”, não deu tempo, Sailor vitimado caiu.
Num movimento não natural Brixus escalou a árvore em pequenos saltos que só os heróis conseguem fazer, ao chegar no seu topo viu os amigos que se aglomeravam na parte de fora da construção em chamas, “preparem-se, estou levando o monstro!” e num salto se jogou construção afora, a Piton o seguiu um segundo depois e foi morta pelos aliados que esperavam do lado de fora.
Assim que abateram a piton Kalel começou a escalar o muro e chegando lá em cima se viu de frente com o shamã, mas sem sua espada “uma arma, rápido”, Brixus já estava junto dele e lhe passando sua espada longa se jogou pra dentro do muro para procurar por Sailor e Mitabo, talvez ainda houvesse tempo. Os demais estavam barrados pela parede, ninguém mais conseguia escalar naquele momento.
O Shamã foi morto, por flechas e espada, houve tempo de salvar Mitabo e Sailor, mas não para salvar Snouth, Brixus estava com a postura, semblante e olhar diferente, estava realmente de luto.
Mais tarde foram recuperados parte das armas dos guerreiros de armadura, e um lugar para descansarem foi montado ali mesmo, perto do piche incendiado, longe do seu calor e fumaça, mas suficientemente perto para usarem as paredes como proteção.
Brixus velava Snouth e uma coluna de fumaça podia ser vista por quilômetros na mata, uma coluna de fumaça que queimaria por semanas.
PillarOfSmoke.jpg

View
entrada em Tazion
O poço do polvo

[level 6]
O Grupo encontrou Tazion, uma série de muros milenares de pedra um pouco comidos pela selva, junto destes muros vários poços de pixe na forma de pequenas lagoas.
Adentrando os muros Snouth e Brixus caíram numa armadilha e o grupo foi atacado por quase uma dezena de charau-kas.
Charau-kas não são mais desafio para o Saber-Tooth’s group, e rompido o grupo do muro começaram a exploração do interior da fortificação.
Avistaram furtivamente e a disancia um poço com um acampamento de charau-kas, e assumindo serem inimigos comedores de gente atacaram e tomaram o poço, só não contavam que uma espécie de polvo terrestre, uma aberração, saísse de dentro daquele poço, com muitos golpes de lâminas e uma bola de fogo a aberração foi vencida.
Todos estão vivos após o confronto com o polvo, Sailor e seus olhos que caçam tesouros viu metal no fundo do poço e se propõs a descer e ivestigar, Kyras tirou a armadura e foi junto.
Juntaram vários quilos de moedas antigas, uma foice mágica e equipemantos de explorador, mas sem nenhuma identificação e aparentemente antigos, nenhum sinal ainda das outras facções.
Fabull está nervoso e ansioso para encontrar os pilares da lenda, que mostrarão o caminho para Savanth-Yhi
286_deepjunglebeast_lost.jpg

View
Nas savanas a Leste do Rio Korir até a Mwagui Jungle
Era grande até para um Gorila

[level 6]
Saindo da curso do rio Korir o grupo seguiu pelas savanas, enfretaram mais animais, conversaram pacificamente com um dehir, somente graças a habilidade incrível de Brixus em fazer contatos pacíficos por que o grande gorila alado queria um dos cavalos e se foi sem combate e sem o cavalo
Foram obrigados a abater um triceratops quando se aproximaram demais de sua manada e depois de abate-lo com muito custo alcançaram a borda da selva e foram se refugiar nela, dentro da selva mais charau-kas e até macacos invisíveis os atacaram, depois de abatidos os sages identificaram os macacos invisíveis como keches, humanoides monstruosos que tem hábitos malévolos e habilidades sobrenaturais de camuflagem.
O grupo continua seu caminho por dentro da selva, entrando na famosa selva Mwagui, o clima muda drasticamente mais uma vez e além de lidar com perigos em insetos, doenças tropicais e predadores os heróis têm de lidar com criaturas inteligentes que caçam qualquer coisa para comer e com a escasses de mantimentos.
Racing-to-Ruin.jpg

View
Ainda no Rio Korir
Nas savanas

[level 6]
Saindo das Screeming Jungles o grupo passou a acompanhar o rio Korir, enfrentando as doenças e vermes da região, incluindo enxames de insetos que comeriam facilmente búfalos adultos; alguns dias depois encontraram alguns moradores locais e foram até sua comunidade, lá encontrarem Kalel, um paladino de Iomedae que ficou pra trás de outro grupo a pertencia para tratar dois membros da equipe que adoeceram, o grupo do Governo de Sargawa também perseguia a cidade perdida, os dois homens faleceram nos últimos dias. O que espantou é mais um usando fullplate na selva.
Kalel mostrou interesse em acompanhar SaberTooth e assim foi, alguns dias depois encontraram no rio duas nativas spirit dancers, e depois de acompanha-las até sua moradia foram emboscados por uma sucubus, a demonio dominava o grupo de 4 spirit dancers e dominou quase todo o grupo e só foi derrotada pela presença do novo amigo e pela habilidade que os paladinos tem em lidar com evil outsiders.
Em recompensa à sua libertação as spirit dancers ofereceram aos heróis um ritual de despertamento de seus totens animais, quase todo o grupo aceitou, menos Mitabo e Kalel por suas convicções religiosas, o Ritual foi feito e durante alucinações e fumaça foram marcados por tatuagens que relembravam seus guias animais nas terras de Mwagi.
O grupo pernoitou com as Spirit Dancers e no dia seguinte continuou seu caminho.
spirit-of-the-dance-michelle-basso.jpg

View
mais Screeming Jungle
Cansados e encharcados

[level 6]
A varios dias tentando ultrapassar a Screeming Jungle e o grupo já está bastante abatido, doenças tropicais caem sobre muitos deles, Fabull tem de fazer seu melhor em milagres e conhecimento para manter os aliados vivos
Manter os cavalos bem também é uma preocupação constante, mesmo que não possam monta-los na selva eles sabem que logo que alcançarem a savana vão ganhar tempo e mobilidade na corrida.
Nativos tentam matar os aventureiros com táticas furtivas e venenos, a esta altura o SaberTooth já é uma unidade de combate eficiente,
Já esgotando grande parte das provisões e energias o grupo encontra restos de combate na mata, dois ou talvez três grupos de aventureiros mortos e estraçalhados, passando grande tensão eles continuam em frente, só pra encontrar outro grupo de aventureiros que aparentava bastante competência combativa, o contato foi não vilento, seu lider um homem de nome Warezan e Brixus trocaram rápidas olhadas nos mapas uns dos outros e alguma diplomacia conturbada e os grupos se separaram.
No dia seguinte um grupo de caçadores elfos foi encontrado, um deles montava um tiranossauro rex, o contato foi longo, pois Gilraem aparentemente pediu um favor a eles e os dois grupos passaram a noite em conjunto, os cavalos foram alimentados, o grupo pôde descansar um pouco e descobriu que aquele grupo de caça era na verdade uma sociedade de matadores de dragões e que estavam se preparando para encontrarem uma grande besta cromática verde. Depois de trocadas informações e suprimentos os grupos se separaram e ainda evitando a trilha do que Gilraem descreveu como “um grande predaror das matas” e com mais dois dias de selva o SaberTooth alcançou as savanas.

View
Screeming Jungle
A floresta que não silencia

screeming jungle, os vários perigos [level 6]
chegando a Kalabuto o grupo reencontrou o contratante, Armivour, pathfinder, e posto todas as descobertas na mesa planejaram uma expedição até Tazion, um antiquíssimo posto Azlanti na selva Mwagi, segundo suas descobertas nos templos ancestrais achados em Smugler Shiv é o ponto onde encontrarão a localização final de Savanti-Yhi.
Para que a expedição pathfinder chegue lá SaberTooth sairá na frente explorando e livrando o destino de perigos maiores, a expedição completa sairá alguns dias depois e o prazo é importante, porque agora ocorre uma verdadeira corrida em busca da cidade perdida, várias expedições estão sendo montadas e financiadas por diferentes facções econômicas, assassinos, piratas, banqueiros, o governo de Sargava, alguns deles inclusive vieram tentar contratar SaberTooth.
SaberTooth sobe o rio Korir, atravessando a screeming jungle, enfrentando muitos animais selvagens, tribos hostis e bestas mágicas, encontram inúmeras vezes com Charaukas e quase padecem quando atacados por criaturas fadicas que quadriplicavam de tamanho durante o combate, os nativos chamam essas criaturas de Elokos.

View
Smugler Shiv
Os homens serpentes

Eleger, preparação e partida [level 5]
Brixus, cavaleiro de origem imperialista quando viu a força e robustez do animal treinou Snouth para ser sua montaria.
Gilram foi convidada e trazida como rastreadora das matas para guiar o grupo na ilha.
Já se iniciando a corrida pela descoberta, Silverius marinheiro, ou simplesmente Sailor, amigo de taverna de Brixus foi convidado por seu conhecimento em exploração de ruínas;
Mitabo, estudiso arcano da escola Mwagi se juntou ao grupo quando soube o motivo da expedição, prometendo contribuir com fogo e force;
Os quatro desembarcaram nas Smugler Shiv numa condição muito favorável, aparentemente o mar e a ilha foram acalmados de alguma maneira.
Kyras, meio elfo de armas largou sua tripulação no navio Perfect Way em que trabalhava, apanhou sua armadura de família e se juntou ao grupo buscando horizontes maiores, prometeu ajudar com a guarda do grupo.
Refazendo os passos de outra expedição pelas marcas deixadas que Gilraem podia ler como quem vê um oceano eles levantaram as referências à famosa cidade perdida e muitos murais de pessoas enfrentando homens cobra.
Quando desenbarcaram em Eleger, Fabull, sacerdote do Templo de Nethys que atendia os ricos de Eleger se juntou ao grupo, Fabull era velho conhecido de Brixus e Brixus tinha dívidas com ele, com a noticia correndo outros grupos passaram a procurar pela cidade perdida e muitos entrevistaram o grupo mas não obtiveram segredos deles.

View
Iniciando
início da corrida

[level 5]
kalabuto, contratação e partida à Smuggler’s Shiv isle
o grupo SaberTooth foi formado para cumprir a contratação da exploração de uma cidade lendária, Savanti-Yhi, SaberTooth é assim chamado por causa de um mascote de seu líder, um filhote de Tigre Dentes de Sabre. Para chegar em Savanti-Yhi será preciso refazer os passos de outro grupo, o Fire’s God, este último grupo descobriu na ilha Smuggler’s Shiv sinais de onde encontrar a lendária cidade perdida.
Foi necessário viajarem de Kalabuto até Eleger, capital de Sargava para a incursão marítima.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.